Exercícios Para Aumentar a Flexibilidade Especial para Idosos

Você tem dificuldade para calçar os sapatos ou pegar algo no chão?

Se sim esse artigo é para você!

Eu separei alguns exercícios de flexibilidade planejados especialmente para idosos, que você vai precisar apenas de uma cadeira para realizar.

Quando você menos espera, realizar movimentos simples como calçar os sapatos torna-se uma tarefa mais difícil.

O que antes era uma ação cotidiana, hoje é uma experiência até dolorosa. Amarrar os cadarços dos tênis, então, apresenta outro nível de dificuldade.

E você deve se perguntar: quando isso começou? E por que está acontecendo comigo?

Bem, a perceptível mudança nos seus movimentos é resultado do envelhecimento e, consequentemente, da perda de flexibilidade.

É natural? Sim, é uma transição esperada com o passar dos anos, principalmente, na terceira idade.

É possível controlar ou melhorar essa situação? Sim, com os exercícios de flexibilidade para idosos que vou ensinar a você como fazer neste artigo.

Mas, antes, preciso explicar qual é parte do seu corpo mais afetada com esse declínio da flexibilidade.

Você ficaria surpreso se eu te dissesse que é o…

… quadril ?

Pois, é isto mesmo! A sua dificuldade em calçar os sapatos ou amarrar os cadarços dos tênis é reflexo da perda de flexibilidade do quadril.

Durante a vida ativa, adultos perdem cerca de 8-10 centímetros de flexibilidade na região lombar e no quadril.

Impressionante, não é mesmo?

Mas é verdade! A perda de flexibilidade do quadril limita os movimentos básicos das articulações.

E, além de alterar o equilíbrio postural, aumentando os riscos de quedas, a falta de flexibilidade do quadril pode afetar movimentos como subir escadas, a própria caminhada, calçar meias e amarrar os sapatos.

Parece óbvio, porém…

Uma boa flexibilidade nas articulações garante a manutenção dos movimentos básicos do nosso corpo

Agora, uma informação que não é tão evidente…

O envelhecimento e a falta de uso da articulação, por inatividade física, provocam a perda de flexibilidade em todas as articulações do corpo.

E como consequência, essa perda de flexibilidade atrapalha o desempenho das atividades cotidianas, principalmente nos idosos.

Você precisa saber, contudo, que a maior ‘culpada’ pela diminuição da flexibilidade, ao longo do tempo, é a falta de exercícios.

Entretanto, conforme adiantei no início deste artigo, ensinarei alguns exercícios de flexibilidade para idosos. São dicas práticas que podem ser aplicadas no conforto da sua casa e no horário que for mais cômodo para você.

Então, confira agora os exercícios de flexibilidade para idosos que preparei para que você consiga, novamente, calçar as meias e os sapatos. E veja: eles podem ser feitos em uma cadeira!

1.  Bumbum (glúteos)
Sentado na cadeira, cruze a perna direita colocando o tornozelo na coxa da perna esquerda, perto do joelho.

Com a coluna reta, leve o seu tronco à frente em direção ao joelho. Fique nesta posição, por 30 segundos, até que sinta um leve desconforto.

Você sentirá o alongamento dentro do quadril. Faça duas séries de 30 segundos em cada perna.

Dica da Denize:

Faça esse alongamento várias vezes durante o dia enquanto estiver trabalhando

2. Parte detrás da coxa
Sente-se na parte da frente da cadeira e deixe o joelho de uma perna esticado com a ponta do pé para cima.

Você vai levar seu tronco à frente, com a coluna reta, e tentará alcançar a ponta do seu pé com as duas mãos e sem dobrar o joelho.

Fique na posição que conseguir alcançar por 30 segundos. Faça duas séries de 30 segundos em cada perna.

3. Abraçar um joelho
Tire um pé do chão e abrace o joelho. Sinta alongar as costas. Faça duas séries de 30 segundos em cada perna.

4. Relaxar a coluna
Com os pés no chão, encoste seu peito nas suas coxas e sinta os músculos das costas se relaxando.

Se não conseguir, coloque uma almofada ou travesseiro nas suas coxas. Atenção: se sentir dor na coluna, não faça esse exercício!

Percebeu como são exercícios que você pode fazer sem dificuldade?

Porém, fique atento às minhas orientações, certo ?

Faça os exercícios corretamente e, caso sinta dor na coluna, pare!

E se você quiser ter acesso a uma AULA DE ALONGAMENTO COMPLETA especialmente planejada para quem mais de 60 anos e vai trabalhar a flexibilidade de todo o seu corpo, clique no link abaixo e confira a surpresa que preparei para você.

CLIQUE AQUI PARA CONHECER A AULA DE ALONGAMENTO COMPLETA

Assumir um compromisso com seu bem-estar e saúde, certamente é a melhor maneira de ter uma vida mais longa, com mais qualidade e autonomia física.

Aproveite e envie esse artigo para seus amigos e conhecidos que também precisam cuidar mais da saúde!

Um abraço e até mais!

Denize Terra

Especialista em Longevidade

2019-03-28T17:03:58+00:00