Descubra o que Causa a Perda de Força Muscular

Fatores que aumentam a perda de força muscular

 

Você sabe qual é o maior medo das pessoas ao envelhecer?

Não é o medo de morrer, mas, sim, o de ficar dependente e de dar trabalho para a sua família. Foi o que mostrou uma pesquisa realizada pelo DataFolha em 2018.

Segundo a pesquisa, 84% das pessoas acima de 60 anos têm pavor de depender fisicamente de alguém. E, 80% delas prefere morrer a ter que passar por isso.

Se esse também for o seu maior medo, leia esse artigo até o final, porque nele eu explico quais são os fatores que contribuem para essa condição e principalmente o que deve fazer para evitar que isso aconteça com você.

Na verdade, a maioria das pessoas associa o envelhecimento a problemas de saúde, fragilidade e incapacidades físicas.

Isso porque vimos nossos pais e avós envelhecerem com necessidades de cuidados físicos, como ajuda para andar, tomar banho, se levantar da cama ou do sofá e de várias outras atividades da vida diária.

No entanto, o que as pesquisas têm demonstrado é que pode ser diferente.

 

Envelheça com saúde, independência física e mais qualidade de vida.

 

perda de força muscular

 

Segundo dr. Mikel Izquierdo, pesquisador da Universidade de Navarra na Espanha, apenas 40% dos problemas físicos e de saúde se deve ao processo de envelhecimento, enquanto que, 60% se deve ao desuso, ou seja, ao sedentarismo.

O sedentarismo é, sem dúvidas, o maior vilão da saúde, principalmente, na Terceira Idade.

Isso porque ele acelera as perdas físicas que ocorrem com o envelhecimento, atrofiando os músculos, os ossos e os órgãos, como o coração e o cérebro.

As consequências para a saúde são:

  • Mortes precoces: são mais de 5 milhões de mortes por ano causadas pelo sedentarismo.
  • Desenvolvimento de doenças: diabete, pressão alta, doenças cardíacas, osteoporose, câncer e obesidade.
  • 20% mais chance de desenvolver doenças mentais, como Alzheimer, Parkinson e depressão.

No entanto, além dos problemas de saúde, o sedentarismo é responsável pela perda de força muscular, chamada sarcopenia. Essa é a principal perda física relacionada à idade, que é agravada pelo sedentarismo.  

Quem tem músculos fracos tem mais problemas de equilíbrio, articulações mais rígidas e limitadas, afetando, assim, a capacidade de locomoção e de realizar atividades básicas que antes eram realizadas com facilidade.

Em outras palavras, a perda de força muscular, causada pelo sedentarismo, é o que leva o idoso a depender fisicamente de alguém para realizar seus movimentos básicos do dia a dia.

Veja na figura abaixo como a inatividade física associada ao envelhecimento cria um ciclo vicioso, desencadeando um quadro grave de incapacidade física, dependência funcional, perda da qualidade de vida, depressão e morte precoce.

 

perda de força muscular

 

Outros fatores que aumentam a perda de força muscular

Além do sedentarismo, há outros fatores que aumentam a perda de força muscular.

  • Alimentação desbalanceada e baixo consumo de proteínas: é muito comum o idoso consumir menos proteína do que o necessário. Isso é um problema, porque ela é o nutriente-chave na construção do músculo. Pelo menos 25 a 30% da proteína deve ser origem animal, enquanto que o restante pode vir de fontes vegetais, como feijão, lentilha, grão-de-bico e demais leguminosas.

 

  • Alterações metabólicas e hormonais: faça um acompanhamento médico para verificar as taxas metabólicas e dos seus hormônios, principalmente daqueles responsáveis pela produção de novos músculos. Alterações na glicemia, insulina, testosterona, cortisol, estrogênio (nas mulheres) e hormônio do crescimento podem aumentar a perda de força muscular.

 

 

  • Hospitalizações: pessoas hospitalizadas ficam mais acamadas. A imobilidade é um dos principais aceleradores da sarcopenia. Uma pessoa de 80 anos internada por dez dias perde 10% de sua massa.

 

O que fazer para evitar a perda de força muscular?

Se você leu o artigo até aqui, você entendeu que o principal fator que leva à dependência física dos idosos é a perda de força muscular causada pelo sedentarismo.

Portanto, para evitar que você dependa fisicamente de alguém no futuro, você precisa começar a se exercitar.

Não se preocupe, porque nunca é tarde demais. Pelo contrário…

As pessoas que são mais beneficiadas pela atividade física são as que já passaram dos 60 anos.

Quem se exercita, tem 50% a menos de chance de desenvolver limitações funcionais, como a dificuldade de andar e 40% menos chance de morrer precocemente, podendo ganhar até 5 anos de vida.

Além disso, idosos ativos gastam menos dinheiro na farmácia, porque consomem menos remédios.

Sem falar na sua independência e liberdade de fazerem o que quiser sem dores e limitações. É isso que faz a diferença lá na frente!

 

Como saber se você já está com perda de força muscular?

Agora que você já sabe os fatores que aumentam a perda de força muscular, é importante saber se você já começou a perder força muscular com o processo de envelhecimento.

E você pode descobrir fazendo alguns testes bem simples e rápidos, agora mesmo, na sua própria casa.

Para isso basta CLICAR AQUI e acessar os testes GRATUITAMENTE.

Vamos lá?

E qualquer dúvida, me envia uma mensagem que te oriento sobre os seus próximos passos.

Um abraço e até o próximo artigo.

 

Denize Terra

Personal Trainer

Especialista em Longevidade

 

denize terra especialista em longevidade

2019-04-20T11:39:09+00:00